A Experiência no Vale do Silício

As infinitas histórias de sucesso de empresas do Vale do Silício trazem o questionamento de “O que tem de tão especial lá?” e fazem com que empreendedores de todo o mundo busquem conhecer o ambiente na esperança de trazer essa visão para os seus negócios. O time da Raks não era muito diferente: sócios apaixonados por tecnologia e intrigados com as inovações geradas no Vale. Até que o momento tão esperado chegou.

Na metade do ano de 2018 recebemos a notícia de que vencemos o programa Campus Mobile, iniciativa do Instituto Net Claro Embratel em parceria com o LSI-TEC, e que a nossa premiação seria uma viagem de imersão para o Vale do Silício, sem custo algum, com o objetivo de entender um pouco desse ambiente desafiador. Naquele momento ainda não sabíamos que essa experiência iria mudar todos os aspectos de nossas vidas.

O Vale do Silício, ou Silicon Valley, é uma região na Califórnia que ficou conhecida como referência em tecnologia e inovação. Empresas como Google, Twitter, LinkedIn e Facebook possuem suas sedes na Baía de San Francisco, ou Bay Area. Além disso, universidades mundialmente conhecidas estão inseridas nesse ambiente, tornando o ecossistema completo, sendo uma delas a famosa Stanford University.

Em setembro de 2018 embarcamos para San Francisco e em apenas uma semana conseguimos aprender e evoluir muito. Pode parecer clichê, mas a experiência transformou as nossas vidas.

Vamos começar falando sobre o básico, o tempo. Sabe aquele ditado “tempo é dinheiro”? Pois bem, no Vale do Silício ele é levado muito a sério. As pessoas estão constantemente com pressa e valorizam muito o seu próprio tempo, portanto, se um assunto não faz sentido para elas, não irão querer ouvir. Em um primeiro momento pode parecer uma grosseria alguém te interromper e falar que não tem interesse no que você está falando, mas logo se entende o funcionamento dessa mentalidade e ela começa a fazer todo o sentido.

Dentro desse contexto, aprendemos muito sobre a assertividade e a objetividade, falar a coisa certa para a pessoa certa. Não há dúvidas de que lá podemos encontrar a pessoa certa, afinal, é um local repleto de visionários, pessoas com um alto poder aquisitivo e com uma grande facilidade para assumir riscos. Mas, para que isso aconteça, é necessário obter uma abordagem rápida e que chame a atenção. É muito comum pessoas marcarem cafés para discutir alguma ideia e em questão de 1 hora saírem com um novo sócio, investidor ou parceiro comercial. Sendo assim, as oportunidades existem.

Esse ecossistema extremamente acelerado e inovador é também muito caro, possuindo um elevado custo de vida para os seus moradores. Consequentemente, as pessoas tornam-se mais capacitadas para serem sempre competitivas no mercado de trabalho. Muitas das melhores empresas para se trabalhar no mundo estão sediadas no Vale, e os funcionários fazem por merecer a sua vaga. Ao andar de trem, ônibus ou metrô é comum verificar que quase todos os passageiros passam todo o trajeto com o computador no colo trabalhando, afinal, tempo é dinheiro. É importante indicar que a cidade oferece essa possibilidade de trabalho em qualquer local, com uma alta segurança para os seus moradores produzirem ainda mais inovações.

A cultura do Vale também possui outra palavra chave: compartilhamento. O compartilhamento ocorre em todos os níveis, dentro e fora das empresas. Os estagiários possuem oportunidade de compartilhar suas ideias com os CEOs das grandes empresas, pessoas na rua abordam uns aos outros para compartilhar ideias que estão testando, empresários de diferentes empresas compartilham informações e projetos para o futuro, empreendedores compartilham as ideias de suas futuras ou atuais startups em cafés com investidores, empresários ou apenas pessoas com interesses em comum. Esse compartilhamento é visto como um ingrediente especial para a inovação do local, eliminando o medo de “roubarem a sua ideia”.

Ainda sobre a cultura, outro ponto crucial para o local é a diversidade, afinal, apenas assim podemos produzir produtos e serviços que sejam assertivos para cada tipo de pessoa. Todas as grandes empresas do Vale possuem políticas para inclusão de pessoas com deficiências, estrangeiros de todos os cantos do mundo, mulheres, negros, LGBTs, etc. Essa união de diferentes pensamentos e perfis torna os produtos e os times melhores, mais qualificados, complementares e competitivos.

Durante a nossa semana de imersão ficamos mais próximos de todas essas características e trouxemos muito disso para dentro da Raks no Brasil. Além disso, conhecemos locais maravilhosos que tornam a vivência em San Francisco ainda mais completa, como a Golden Gate Bridge

Além disso, visitamos universidades e empresas mundialmente conhecidas, aprendendo sobre a mentalidade, metodologia e modelo de crescimento que eles possuem, afinal, um dia podemos chegar lá!

Stanford!

Vale do Silício, a Raks espera te ver em breve!